Pesquisar este blog

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Dicas para decorar sua casa

Dicas para decorar sua casa inteira


Transformar sua casa em lar é uma tarefa complexa, mas que não necessariamente exige um profissional para ajudar. Para isso podemos dar uma força. Basta usar e ousar da criatividade, transformar móveis antigos em peças que se adequam ao lar, mesclar ambientes, etc.
Dicas de como decorar a cozinha

A cozinha vai muito além de apenas um lugar para se cozinhar. É um lugar que precisa ser descontraído e agradável, para que quem faça a comida sinta-se bem e confortável, e reflita isso na comida. A higiene é ponto principal aqui: mais do que no banheiro, são encontradas milhões de bactérias devido à falha ou dificuldade na limpeza.
Decorar a cozinha pode ser também uma tarefa agradável. Se o dinheiro estiver curto, ouse nas cores, abusando de verdes, vermelhos e roxos fortes. Mas somente em parte dos móveis. A pintura dos móveis da cozinha pode ser feita em casa mesmo, envolvendo familiares. Troque puxadores, deixe porcelanas à mostra, mude os móveis de lugar, elimine alguns e mude o lugar de fogão, geladeira e fornos. A cor do deto deve ser branca, e na pia podem ser usados ladrilhos ou azulejos pequenos e em formatos diversos. Ousadia é a palavra certa.

 Como decorar a sala de estar e jantar?
Mesmo que sua sala seja dois ambientes, tenha sempre em mente de decorar completamente diferente ambos, para que haja, de fato, essa separação. Lustres, por mais de serem até próximos um do outro, podem ser totalmente diferente. A disposição dos móveis tem que aproveitar o melhor espaço disponível, e não delimitar cada sala.



 











 A sala de estar pede uma illuminação mais amena e difusa, sempre indireta. Use sempre luzes amarelas, que relaxam e tornam o ambiente agradável. O uso das luzes brancas e econômicas na sala de jantar pode ser uma boa pedida, desde que não sejam as fluorescentes. Para decorar a sala de estar, abuse das almofadas; o exagero aqui não é a falha.
Na sala de jantar, procure não exagerar no tamanho da mesa. Lembre-se que o clima pode ficar mais descontraído caso algumas pessoas optem por comer na sala de estar, enquanto outras se adaptam melhor na mesa da sala de jantar. A decoração de sala de estar e sala de jantar exigem um toque especial dos donos da casa: é onde muitos passam a maior parte do tempo, e onde recebemos parentes e amigos, permanecendo por muito tempo.
A cor da sala de estar e jantar deve ser a mesma, porém escolhida com cautela: se houver alguma separação de alvenaria ou parede deslocada, dando a separação física das salas, você pode mudar as cores, desde que não de todas paredes. Plantas dão um charme todo especial à ambas as salas.










Como decorar o quarto dos pais e quarto das crianças? Quais cores e móveis usar?
Esse tipo de opinião é pessoal, mas vamos começar com a decoração do quarto das crianças: evite usar móveis de carro ou em formato de boneca, pois eles podem enjoar fácil e dificultar a limpeza. Opte por móveis mais sóbrios e brinque com cores e desenhos nas paredes. Para facilitar, use desenhos em formato de adesivos, que podem ser facilmente removidos e substituídos, mudando rapidamente o estilo do quarto. Caso seja bebê, opte por tons leves como lilás, azul e amarelo pastéis. Se já for criança, use cores mais fortes pendendo para a preferência da criança, como verde, roxo ou mostarda.
A decoração do quarto das crianças, em se tratando de móveis, não precisa ter nada de mais: móveis brancos, que facilitem a limpeza e sejam bem distribuídos pelo quarto.
As dicas de decoração do quarto de adulto ou hóspedes são similares, valendo lembrar que o uso da cor forte só deve ser feito em uma parede apenas, preferencialmente onde ficará a cabeceira da cama. Fotos grandes podem dar um toque, principalmente em preto e branco.

 





Duvidas sobre Gesso e Drywall





Entre as características do produto em relação à alvenaria convencional, é que a parede de gesso acartonado proporciona redução de peso na edificação, diminuição da espessura da parede e rapidez de execução. Por limitar-se à função de vedação e não ter função estrutural, a parede não necessita de fundação e, por isso, pode ser aplicada sobre contrapiso ou sobre piso pronto. Além disso, a versatilidade dos sistemas permite total liberdade na hora de projetar ou reformar.
Apesar de ter um toque diferente do toque de uma parede de alvenaria ou bloco estrutural (o primeiro tem um som oco, enquanto o outro não),as condições acústicas e térmicas podem ter resultados melhores nas paredes de gesso acartonado. Basta estar atento para as necessidades de cada local. Assim, se for exigido acústica boa, são inseridas mantas isolantes como recheio entre as placas.
 
Qual a vantagem de se utilizar o gesso como revestimento interno de paredes?

São muitas vantagens quando se utiliza o gesso ou argamassa base gesso no revestimento interno de paredes, algumas delas: elimina a aplicação do chapisco, reboco e opcional-mente a massa corrida; garante rapidez na execução; pode ser aplicado a partir de uma espessura de 0,5 mm; excelente acabamento; redução de custos; garante um maior conforto ambiental.

Como devo fazer a recomposição do revestimento de gesso, caso ocorra danos neste revestimento?
É fácil recompor o revestimento de gesso, basta para isso adquirir gesso para revestimento,observar as instruções de uso do fabricante, preparar a pasta e fazer a aplicação utilizandoum desempeno de aço ou uma espátula, para pequenos retoques.

Por que não devemos utilizar o gesso de fundição para revestimento interno de paredes?
O gesso de fundição é um gesso de pega rápida (após 15 minutos de preparado, endurece), e, portanto quando se utiliza este produto para o revestimento de paredes, a quantidade de material desperdiçado é enorme. Temos disponível no mercado, o gesso para revestimento, apropriado para este tipo de atividade por se tratar de um gesso de pega lenta, cuja norma da ABNT estabelece final de pega maior ou igual a 45 minutos, e é importante também obedecer os procedimentos de execução

.Como se dá o encunhamento das paredes divisórias?
Deve-se preencher o espaço entre a divisória e o teto por injeção de espuma de poliuretano e o espaço entre a divisória e a faixa de isopor com uma mistura de 50% de cola brancae 50% de cola de gesso.

A parede do meu apartamento é revestida internamente com gesso.
Posso aplicar cerâmica?
Sim, o revestimento de gesso aceita diversos tipos de acabamento, como por exemplo, pintura texturizada,acrílica, látex, epóxi, revestimento com fórmica, papel parede e revestimento cerâmico, recomenda-se a sua aplicação com cola de gesso, e na maioria das obras a aplicação é feita pelo próprio pedreiro sem nenhuma dificuldade.

A parede com blocos de gesso suporta impactos?
Sim, a estabilidade da parede é garantida, desde que sejam obedecidos os procedimentos de execução e utilizados materiais que atendam as especificações normativas.O piso do meu apartamento é cerâmico, posso montar uma parede com blocos de gesso sobre este piso?É recomendado que a montagem da parede divisória com blocos de gesso, seja feita sobre opiso pronto, pois caso você queira futuramente eliminar esta parede, o piso está em perfeitas condições de uso.

O revestimento interno do meu apartamento é de gesso e como esta havendo uma infiltração na fachada o revestimento está sem aderência na parede, o que devo fazer?
A causa precisa ser eliminada, ou seja, a infiltração da fachada precisa ser solucionada. Seo revestimento interno fosse de argamassa de cimento, também com o passar do tempo iriaperder aderência. Após eliminar a infiltração, recomenda-se retirar o revestimento que estiver solto e aplicá-lo novamente.

Existe alguma diferença entre a impermeabilização das paredes de gesso e as de alvenaria?
Não, o procedimento para impermeabilização é igual tanto na parede de gesso quanto na convencional. O processo para impermeabilização desse material é a impermeabilização flexível, utilizado também na alvenaria convencional. O procedimento consiste em rebaixar os blocos na área a ser impermeabilizada. Depois regularizar a superfície para então arredondar as arestas vivas, parede/ parede e parede/ piso. Em seguida deve-se aplicar um teste hidráulico na impermeabilização para executar camada protetora de impermeabilização. Todas as etapas devem ser seguidas atendendo as recomendações do fabricante.